Tudo o que você precisa saber para trabalhar – e se dar bem – como freelancer

Seja por opção – pela busca de realização, flexibilidade e ser seu próprio chefe, ou pela falta de emprego e necessidade de se lançar num plano B, saiba como ter bons resultados e não fazer do seu trabalho como freelancer um mero “bico”.

 

Neste artigo você vai saber detalhes sobre o mercado de freelancer.

 

  • Como ser freelancer de sucesso?
  • Como trabalhar como freelancer no Brasil?
  • Como mudar de profissão ou trabalho: migrar para freelancer.
  • Os principais portais do segmento para encontrar trabalhos ou anunciar a sua mão de obra.

 

Já pensou em trabalhar em casa, ganhando para fazer o que gosta e ainda administrar o próprio tempo? Pois é assim que em geral vive um freelancer.

 

Esse profissional trabalha por conta própria, prestando serviços para empresas ou pessoas físicas de maneira autônoma, com uma atuação cada vez maior no mercado online.

 

O que antes era só um “bico”, uma opção para quem estava com dificuldades para se recolocar no mercado ou uma forma de levantar uma grana extra, hoje vem se tornando uma tendência mundial.

 

 

Cada vez mais profissionais acreditam neste modelo como o melhor para sua atuação, unindo a flexibilidade de realizar sua própria gestão do tempo e de demandas à independência de escolher seu local físico de trabalho, que normalmente é realizado de forma remota.

  • Mas é possível ser um profissional de sucesso atuando como freelancer?
  • Trabalhar como freelancer possibilita realizações profissionais?
  • Como ser freelancer de sucesso?

 

Continue a leitura deste artigo pois vou demonstrar que ser freelancer, muitas vezes, pode sim trazer uma grande realização profissional.

 

 

Saiba quais são as profissões em alta no mercado freelancer

 

O número de freelancers só tem aumentado nos últimos anos e tem sido a opção para diversos profissionais atuarem em suas áreas, sem ter de esperar por uma vaga com carteira assinada em uma empresa.

 

Muitas empresas – principalmente as que buscam agilidade e economia, também tem optado por, ao invés de contratar empregados fixos para realizarem determinadas tarefas, solicitarem os serviços desse tipo de profissional, pagando por trabalho ou projeto realizado.

 

Dentre as diversas opções disponíveis, de acordo com uma pesquisa feita em 2017 pelo site Freelancer, as profissões que vem ganhando maior destaque são as que prestam serviços remotos, como:

  • redatores
  • produtores e editores de conteúdo (vídeo, áudio e texto)
  • designer (o que inclui web e designer gráfico)
  • social media
  • desenvolvedores
  • ilustradores
  • gerentes de projetos
  • assistentes pessoais e profissionais de marketing digital

 

Outras profissões já estão acostumadas ao mundo autônomo, principalmente atividades sazonais e de atendimento físico na residência ou na empresa contratante, como arquitetos, eletricistas, profissionais da área de saúde e estética, manutenção predial e residencial, TI, etc.

 

O que se percebe, não é só um aumento na tendência na opção por freelancers, mas também um crescimento na variedade de profissões a disposição nesse mercado.

 

 

Como ser freelancer?

 

Reflexão para os profissionais que estão pensando em migrar para o trabalho freelancer – e não sabem por onde começar:

  • Quais tarefas posso realizar – e oferecer – de forma remota?
  • Quais atividades as empresas não precisam ter disponível durante todo o período, e sim por um determinado tempo ou projeto?
  • No que sou especialista e posso contribuir para as empresas ou pessoas?

 

Se reinventar, encontrar novas demandas ou novas formas de oferecer sua atividade é fundamental para adaptar-se aos novos tempos.

 

 

Pesquisas confirmam o aumento de freelancers pelo Brasil e pelo mundo

 

Segundo o Relatório de Trabalho Independente realizado pela Workana, um dos sites mais utilizados pelos profissionais autônomos, o número de freelancers no Brasil cresceu 181%, só em 2016.

 

 

O site Freelancer, que conta com mais de 20 milhões de usuários no mundo, divulgou um outro relatório, este do Instituto Global McKinsey, apontando que de 20 a 30% da força de trabalho na Europa e EUA, no mesmo ano, já estavam envolvidas em trabalhos independentes.

 

 

Para complementar as informações e não deixar dúvida de que esse tipo de trabalho só tem ganhado terreno pelo planeta, uma pesquisa feita pelo Great Big Survey, ao entrevistar 40 mil trabalhadores em todo o mundo, constatou que cerca de 61% dos entrevistados presam pelo equilíbrio entre vida profissional e pessoal, sendo esse o principal motivo em se optar pelo trabalho como freelancer.

 

Ficou interessado?

 

Que tal então conhecer melhor a carreira de freelancer?

Grátis: mini curso como planejar o seu sucesso

 

 

Para que você se inteire mais sobre o assunto, separamos uma lista com alguns dos sites mais utilizados tanto pelos profissionais que estão em busca de trabalhos, como pelas empresas e pessoas que precisam de um profissional qualificado para atender suas demandas. Sites para encontrar projetos e trabalhar em casa como freelancer.

 

Confira a lista abaixo.

 

Os melhores sites para trabalhar como freelancer

 

# Freelancer

O Freelancer é o maior site no mundo, tanto para quem busca trabalho, como para quem está atrás de mão de obra qualificada. Está disponível em mais de 200 países, sendo as profissões de designer e as ligadas ao marketing digital as que mais geram movimento na plataforma.

O que oferece de diferente: O site disponibiliza um serviço de auto-divulgação, onde o profissional qualifica suas habilidades, o que pode ajudar na hora de angariar novos clientes.

 

$ – O cadastro é gratuito, mas para melhorar suas chances, ao se certificar, você paga por certificação.

Link para o site Freelancer

 

# Workana
O Workana nos últimos anos vem ganhando espaço no mercado freela e apesar de disponibilizar trabalhos em diversas áreas, ainda é mais forte para profissionais que atuam como web designers, redatores, produtores de conteúdo, desenvolvedores, tradutores e outras áreas ligadas à tecnologia.

O que oferece de diferente: Um aplicativo que auxilia o profissional a registrar as tarefas e permite que o cliente acompanhe e controle o andamento e o tempo de execução dos trabalhos.

$ – Oferece cadastro gratuito com contas de benefícios pagas, que são opcionais.

Link para o site Workana

 

 

 

# 99 Freelas

Esta é uma plataforma de marketplace para frelancers, totalmente nacional que cada vez mais ganha espaço no mercado brasileiro. Iniciou apenas com trabalhos e projetos na área de programação, mas hoje conta com um bom leque de opções, como trabalhos nas áreas de design, redação, marketing, arquitetura, entre outros.

O que oferece de diferente: Os profissionais recebem dos clientes avaliações que se transformam em uma pontuação que melhora a credibilidade do profissional e sua posição em um ranking criado pela plataforma.

$ – A plataforma é gratuita, o valor é cobrado por trabalho realizado – uma taxa de 10%.

Link para o site da 99Freelas

 

# Rock Content
Plataforma de marketing digital que oferece trabalhos para produtores de conteúdo, em funções como planejador de pautas, redação, revisão e design de e-books. A plataforma só aceita freelancers certificados em Produção de Conteúdo Para Web, porém oferece o curso gratuito pela Universidade Rock Content, no próprio site.

O que oferece de diferente: O contato é direto com a plataforma, sem intermediários. O profissional precisa estar cadastrado para acessar e receber as propostas.

$ – Plataforma e cadastro gratuito.

Link para o site da Rock Content

 

# Be Freela

Não é um site de empregos, mas une dicas sobre trabalho e estilo de vida nômade e você pode assinar a newsletter na qual eles encaminham dicas, informações e eventualmente publicam vagas de trabalho remoto.

O conteúdo é bem elaborado e de alta qualidade, vale a pena a leitura.

O que oferece de diferente: Conteúdo autoral e real, escrito por pessoas que realmente vivem de forma freela.

Link para o site do Be Freela

 

# LinkedIn Profinder

Uma nova funcionalidade do LinkedIn para conectar profissionais que prestam serviços autônomo à pessoas e empresas que tenham projetos disponíveis pela plataforma.

 

Ainda está em testes e disponível apenas nos EUA e em categorias de serviço específicas, mas logo deve estar disponível no Brasil (vamos aguardar!!)

 

Se você não sabe utilizar o LinkedIn e ainda não tem bons resultados por lá, leia este artigo:

Como se destacar e fazer negócios no LinkedIn

 

 

E você quer saber como funciona o mercado freela?

Perguntei pro Leonardo Born, escritor e produtor de conteúdo freela, ganhador de um prêmio FLIP de Literatura, sobre qual a sua visão deste modelo de trabalho:

“Estou há pouco tempo no mercado de trabalhos freela, mas como sempre gostei de escrever e me especializei nessa área, percebi que há muito campo para quem estiver disposto a se dedicar. Não há mágica e nem vou dizer que é fácil, mas com foco, persistência e dedicação, aproveitando as oportunidades e ferramentas que a web disponibiliza, digo que sim, é possível se viver de freelas, fazer carreira que escolher.”

 

 

E quais são as maiores dificuldades de quem ingressa neste mercado?

Altas e baixas nas demandas, instabilidade financeira, necessidade de um bom planejamento de tempo e tarefas, prospecção e atualização constante são os principais problemas enfrentados por profissionais que assumiram o trabalho por projeto.

 

Porém, muitas destas adaptações não são exclusividade na rotina de profissionais autônomos. Em muitas empresas e profissões, os trabalhos remotos já são uma realidade.

 

Economia financeira e de espaço, sustentabilidade e flexibilidade de horário são itens que tem levado cada vez mais empresas e profissionais a optarem pelo home office.

 

Este caminho é uma tendência, o que não significa que seja um caminho único – nem o trabalho remoto, nem o trabalho por projetos, será a única opção dos profissionais.

 

 

Pra fechar – 5 dicas para você melhorar seus resultados como freelancer

 

#1 Considere-se uma empresa
Mesmo que você passe o dia todo de pijama e atenda seu cliente por chat, saiba: você precisa se considerar uma empresa e trabalhar de forma séria e profissional, se quiser ser bem-sucedido.

Neste quesito o que vale é você se profissionalizar: ferramentas, aplicativos, apresentação, planejamento. Tudo é possível de ser realizado de forma simplificada, muitas vezes com softwares e aplicativos gratuitos. Esteja sempre atualizado, pensando no futuro e tomando ações no presente que garantam sua trajetória.

Preocupe-se com a imagem e credibilidade que passa aos seus clientes desde a primeira interação. E lembre-se: quando você trabalha de forma remota, o seu site, portfólio e suas redes sociais são o seu escritório, precisam estar arrumadas para quando seu cliente chegar.

Tenha um cadastro como MEI (Microempreendedor Individual)

Se você for um freelancer que fatura até R$ 81 mil por ano, leve em consideração ter um MEI. Assim, você terá um CNPJ, uma empresa com direito a emitir nota fiscal e tudo. A diferença que o freelancer precisará pagar apenas uma taxa mensal dos tributos de R$ 47,70 (INSS), acrescido de R$ 5,00 (para Prestadores de Serviço) ou R$ 1,00 (para Comércio e Indústria) por meio do DAS (carnê) emitido através do Portal do Empreendedor.

 

Compensa principalmente para freelancer que presta serviço para outras empresas (terceirização).

 

#2 Delimite e organize seu espaço
Quem começa a trabalhar em casa sofre com a invasão ou perda do espaço e da agenda, principalmente quando não vive sozinho. Filhos e família podem não considerar que você está em casa trabalhando, por isso, é fundamental ter o espaço de trabalho bem definido (pode ser uma mesinha no seu quarto ou um kit de trabalho com todas as suas coisas!).

 

Também é importante informar as pessoas que convivem com você sobre o trabalho que você realiza e qual apoio precisa deles para o negócio fluir bem.

 

Livre-se ao máximo dos papéis. Quanto mais a sua vida estiver no mundo online, mais simples e leve ficará o seu dia a dia e mais fácil ficará pra você se adaptar a um novo lugar de trabalho quando necessário. Lembre-se também de ter back up de tudo!

 

#3 Tenha agenda – e saiba definir prioridades

O sonho de todo freela é trabalhar de frente pra praia, 3 a 4 horas por dia, e fazendo somente o que gosta. A realidade é bem diferente. Trabalho acumulado, demandas inesperadas, infraestrutura que não funciona quando você mais precisa!

 

Já cheguei a ficar em hotel na praia, com o Sol brilhando lá fora – e não conseguir sair de dentro do quarto, atendendo demandas de clientes!

 

Prazos curtos e projetos acumulados são uma rotina de quem trabalha como autônomo. Saiba definir prioridades e utilize ferramentas de apoio.

 

Eu já testei o Trello, Evernote, Agenda do Google. Tudo ajuda, busque o que funciona pra você.

 

 

#4 Relacionamento é a alma do negócio

Apesar da efetividade dos sites que divulgam os projetos, muitos trabalhos são solicitados por indicação e referência.

 

Estabelecer bons contatos, manter sempre ações voltadas para a prospecção e para a divulgação do seu trabalho, ajudam muito.

 

Inclua em sua rotina participar de eventos presenciais e frequente ambientes de trabalho colaborativos – existem muitos escritórios abertos, coworkings e cafés onde profissionais freelancers se encontram. São espaços de trocas valiosas e excelente networking.

 

É muito importante também estabelecer boas parcerias com outros profissionais freelancers. Quando atuamos por projeto é comum precisarmos de outros profissionais, com atividades complementares, para realizar uma entrega. Os parceiros são a equipe de trabalho no universo freelancer.

 

#5 Qualidade gera Resultado

Dedique-se a fazer sempre a melhor entrega. Muitos profissionais em início de atuação preocupam-se com a oferta e com o fechamento e dedicam pouco tempo para a entrega.

 

Porém, uma entrega de alta qualidade, no prazo e de preferência com elementos que sequer foram sonhados pelo cliente (afinal, você é o especialista!) farão com que ele jamais esqueça de você ou pense em cotar um novo profissional – além de aumentar as chances dele te indicar!

 

Alta qualidade e cumprimento de prazo são atributos fundamentais dos profissionais que têm êxito como freelancers.

 

 

 

**

Se você tem dúvidas se este é o seu caminho, assista este vídeo sobre transição de carreira, onde ensino o método que criei para ajudar meus clientes a avaliarem se é hora de fazer uma mudança profissional.

 

Espero ter esclarecido a respeito do tema como ser freelancer de sucesso!!

 

 

Continue conectado...

Compartilhe!